Principais atrativos

face Curta nossa página do facebook e fique por dentro das novidades!

Rica em belezas naturais, Caconde também possui belezas construídas pelas mãos dos homens, como por exemplo, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, feita em estilo românico puro no ano de 1955, substituindo a construção antiga, em estilo barroco, com projeto do arquiteto Dr. Bruno Simões Magro. Dentro da igreja três telas gigantes a óleo em estilo clássico chamam a atenção: Nossa Senhora da Glória, Imaculada Conceição e Jesus Crucificado datadas em 1961, todas levando a assinatura do pintor cacondense Edmundo Migliaccio e que varias obras na capital algumas até no palácio dos bandeirantes.

prainha-cacondeParque Prainha, uma área de 60.000 m², a margem direita da Represa Caconde, próximo a barragem e distante 8 km da cidade possui uma grande variedade de atividades bem distribuídas em toda sua área, dentre as quais destacam-se: área de camping, quiosques ao longo da orla da represa, trilhas com trechos diversificados de mata, áreas reservadas para reunião de grupos ou famílias com churrasqueiras, bancos de areia para “peladas”, quadra de areia para vôlei, espaços de brinquedos infantis como “casa das bonecas” e “casa do Tarzan”, pista de moto-cross, rampa de embarque e desembarque para lanchas, jet-ski e canoas.

Aquário contém varias espécies de peixes exóticos, sendo de água doce e salgada. Em atividade desde 2004, atrai a atenção de adultos e crianças. Vale a pena conhecer.
Praça do Redentor está localizada num dos pontos mais altos da cidade. Nela está a estátua do Cristo Redentor cercada por uma graciosa praça, ajardinada, com ambientes diversificados e bem iluminada. De lá é possível ver e fotografar a cidade, obtendo ângulos perfeitos.

Sem dúvidas um dos lugares mais marcantes da Estância Climática é a Praça Esotérica e Panorâmica  do Mirante  “Pedro Ribeiro”.Situada a 14 km da cidade, a uma altitude de 1.195m, com 360º de visão de horizonte, é um local de luxo para se apreciar o espetáculo da natureza. Ao norte no meio à beleza do relevo, avista-se a cidade de Caconde. A leste contempla-se a beleza grandiosa do lago da Represa Graminha que ao amanhecer faz-se dourado ao refletir a luz do sol e prateado ao anoitecer ao espelhar a luz da lua e de fundo as divisas das Minas Gerais. Com o formato de um trevo de 04 folhas, a praça foi construída com a preocupação de manter e divulgar a já existente alma mística e esotérica do local que se avizinha da igrejinha de Nossa Senhora e que o louva o divino Espírito Santo e o grande rezador Sr. Pedro Ribeiro a quem são atribuídas fortes rezas com efeitos milagrosos. Além disso, oferece ao cidadão do 3º milênio, da Era de Aquário, um templo ecumênico, um espaço que com a sua simbologia dá boas vindas a todas as correntes de pensamento.

Ainda na Praça do Mirante, dois monumentos podem ser apreciados: o Portal 11:11, de onde se avista o Cristo Redentor de Poços de Caldas, incrustado nos contornos da Mantiqueira, e a Estrela de Davi, criando assim, um clima de familiaridade e êxtase, e, para os não entendidos uma sensação de curiosidade. Enfim, um lugar de onde se contempla o universo exterior através da magnifica natureza ao seu redor, e se alimenta o universo interior através do relaxamento, energização e meditação. Um lugar que faz a gente se sentir muito mais perto de Deus.

 

Você sabia?

Que é cacondense o brasileiro que, mais vezes, assinou o livro de posse da Presidência da República do Brasil. Deputado Pascoal Ranieri Mazzilli, presidente do Congresso Nacional por vários mandatos, assumiu, por circunstâncias diversas, temporariamente a Presidência da República por várias vezes, inclusive na época da renúncia de Jânio Quadros. A ele é atribuída a responsabilidade da garantia da paz nacional durante aquele período atribulado da nossa história, até a ascensão dos militares. A casa que ele morou mantém suas características coloniais e foi o presidente da câmara que transferiu o parlamento para Brasília  e implantou o sistema parlamentarista.

A 1ª Estação Rodoviária do Brasil foi construída em 1954, em Caconde, graças a Ranieri Mazzilli, que, enquanto Presidente do Congresso Nacional, interferiu junto ao ministério dos transportes para contemplar e reforçar a administração de seu irmão Dr. Hugo Mazzilli então prefeito da cidade.

A Usina Hidrelétrica de Caconde é a 1ª no hemisfério Sul e a 2ª no mundo a usar o sistema subterrâneo de sala de Máquinas (Turbinas), o que obrigou a construção de um túnel de fuga, na extensão de 2,5 km, para água turbinada, o que provocou um desvio do leito do Rio Pardo e criou o trecho hoje conhecido como “Trilha do Fuga”.

 

Error
Cannot GET /js/stats.php